Aprendizagem socioemocional

Atualizado: Jun 29


Texto: Henrique Akiba


Neste cenário incerto da pandemia, o aprendizado de competências socioemocionais será crucial para engajar novamente os alunos, apoiar pais e professores, reconstruir relações e restabelecer o aprendizado. Esta mudança sem precedentes pode propiciar uma experiência de aprendizado única, com impacto profundo e duradouro sobre o aprendizado emocional, social e acadêmico de nossos alunos. É um momento para toda a comunidade escolar trabalhar de maneira conjunta para aprimorar suas competências sociais e emocionais.


O que são competências socioemocionais?

Desde a introdução dos seus princípios, o aprendizado de competências

socioemocionais vem sido descrito por diferentes teorias. A mais disseminada é o modelo da Colaboração pelo Aprendizado Acadêmico, Social e Emocional (CASEL), centrado no desenvolvimento de cinco competências interrelacionadas de natureza cognitiva, afetiva e

comportamental: autoconhecimento, autocontrole, tomada de decisão responsável, habilidades sociais e consciência social.


“O aprendizado de competências socioemocionais seria o processo pelo qual crianças, jovens e adultos adquirem e aplicam de maneira efetiva o conhecimento, atitudes e habilidades necessárias para entender e gerenciar emoções, traçam e atingem metas, sentem e demonstram empatia pelos outros, estabelecem e mantêm relações

positivas e tomam decisões responsáveis” (CASEL).


Tais competências são essenciais para o desenvolvimento humano com profundo impacto sobre o sucesso escolar, promovendo melhora nas habilidades cognitivas, interpessoais, intrapessoais e abrangendo toda a comunidade escolar.


Autoconhecimento:

A habilidade de reconhecer precisamente as próprias emoções e pensamentos, bem como sua influência sobre o comportamento, isso inclui avaliar de maneira precisa as próprias forças e limitações e possuir um senso bem embasado de confiança e otimismo.


Autocontrole:

a habilidade de regular suas próprias emoções, pensamentos e comportamentos eficientemente em diferentes situações; isso inclui gerenciamento de estresse, controle de impulsos, automotivação, planejamento e esforço para atingir metas pessoais e acadêmicas.


Consciência Social:

a habilidade de tomar a perspectiva de outrem e empatizar com pessoas de múltiplas culturas e histórias de vida. Entender normas éticas e sociais para comportar-se e reconhecer os recursos e apoio da família, escola e comunidade.


Habilidades sociais:

a habilidade de estabelecer e manter relações saudáveis e recompensadoras com indivíduos e grupos diversos. Isso inclui a capacidade de se comunicar com clareza, escutar ativamente,

cooperar, resistir à pressão social inadequada, negociar conflitos de forma construtiva, e buscar e oferecer ajuda quando necessário.


Tomada de Decisão Responsável:

a habilidade de fazer escolhas construtivas e respeitosas sobre o comportamento pessoal e interações sociais baseando-se na consideração de padrões éticos, questões de segurança, normas sociais, e a avaliação realista das consequências de várias ações sobre o bem-estar próprio e o de outras pessoas.


A seguir serão apresentadas algumas sugestões de atividades para sala de aula envolvendo o aprendizado de competências socioemocionais.


Inteligência emocional é a habilidade de monitorar seus próprios sentimentos e os de outras pessoas, discriminá-los entre si e usar essa informação para guiar seu pensamento. O método RULER (sigla para as palavras inglesas recognize, understand, label, express e regulate) é uma abordagem baseada em evidências desenvolvida no Centro de Inteligência Emocional de Yale e se centra em cinco aspectos:


01. Reconhecer emoções em si mesmo e nos outros

02. Compreender as causas e consequências das emoções

03. Nomear as emoções corretamente

04. Expressar emoções apropriadamente

05. Regular emoções eficientemente


Atividade 1: O Manuscrito da Inteligência Emocional

Objetivo: O objetivo do Manuscrito da Inteligência Emocional é estabelecer um senso de segurança psicológica na escola. Ao contrário das regras da sala, o Manuscrito é uma visão que todas as pessoas da escola ou na sala de aula compartilham sobre o ambiente de aprendizagem.


Roteiro:

Em um cartaz, escreva as três seções abaixo.


1. Como você quer se sentir na escola e trabalhando com seus colegas?


- Peça às pessoas que listem individualmente os três sentimentos que mais querem ter todos os dias na sua escola.

- Em seguida, peça que trabalhem juntos em grupo para definir os três sentimentos mais importantes do grupo.


Algumas dicas:

- Registre os termos de sentimentos que surgem e examine as frequências com que aparecem.

- Classifique os termos em grupos ou “famílias” de sentimentos e identifique semelhanças entre eles (por exemplo: apoiado, reconhecido, respeitado). Então, escolha os termos que melhor representem cada família.

- Anote os seus três sentimentos mais importantes em uma folha de papel.


2. Para experimentar esses sentimentos de modo consistente e criar um ambiente positivo para o treinamento, nós vamos:

- Descrever a “aparência” que cada um desses sentimentos terá no ambiente escolar. Use a abordagem SMART (do inglês Specific, Measurable, Achievable, Timely, isto é, específica, mensurável, realizável, relevante e oportuna) para descrever os comportamentos associados a cada sentimento.


Exemplo:

- Sentimento: respeitado

- Comportamento Não SMART: “Reduza a verificação de celular/email durante a aula”.

- Comportamento SMART: “Use 5 minutos de cada pausa para conferir o celular.

- Cada sentimento deve ser representado por ao menos um comportamento .


3. Quando não conseguirmos acompanhar o Manuscrito, lidaremos com sentimentos desagradáveis, desentendimentos e conflitos da seguinte forma:

- Em seus grupos, descrevam como vocês lidarão com desentendimentos, conflitos e sentimentos desagradáveis que possam surgir. Novamente, use a abordagem SMART.


Exemplo:

-Resposta Não SMART: “concordem em discordar”.

- Resposta SMART: “escutem e considerem o ponto de vista de cada pessoa”. Peça aos alunos que compartilhem suas ideias:

-Quais sentimentos os membros do seu grupo querem ter?

-Quais comportamentos observáveis você demonstra para ter esses sentimentos

durante o nosso tempo juntos, hoje?

- Quais estratégias você escolheu para gerenciar conflitos?


Algumas dicas:

- O foco da atividade devem ser os sentimentos, não as regras.

-Dê a cada membro da comunidade o direito a voz na criação do Manuscrito.

-Ajude os alunos a começarem a entender que eles têm escolhas quando se trata dos seus sentimentos.

-Ajude os alunos a começarem a reconhecer estratégias para terem sentimentos mais agradáveis.

-Dê uma oportunidade para planejar com antecedência como os conflitos podem ser resolvidos.

-Revisões do Manuscrito podem acontecer, conforme necessário, e em momentos pré-combinados ao longo do ano letivo.

-Os membros da equipe de funcionários podem criar seu próprio Manuscrito.


Atividade 2: O Medidor de Humor

Objetivo: O objetivo do medidor de humor é favorecer o reconhecimento,

compreensão, definição, expressão e regulação das emoções individuais. A perspectiva

é que ele esteja perfeitamente integrado à rotina escolar, fazendo parte das reuniões

matinais e atualizando-se diariamente.

Roteiro:


Alunos e professores vão medir o seu humor diariamente e responder

às seguintes perguntas:


- Reconhecimento: Onde estou no medidor de humor?

- Compreensão: O que me levou a me sentir assim?

- Definição: Que termo de sentimento melhor descreve o que estou sentindo?

- Expressão: Como os outros saberão que estou me sentindo assim?

- Regulação: Que estratégia usarei para mudar ou manter meu humor atual?


Algumas dicas:

- Planejar aulas com o intuito de gerar o humor apropriado para cada atividade e conteúdo.

- Fazer um acompanhamento semanal e diário no início e final do dia ou após reuniões relacionadas ao conteúdo.


Atividade 3: O Diagrama Azul

Objetivo: O diagrama azul é uma ferramenta para a construção de empatia e ensino da

aceitação de pontos de vista alheios. É muito útil para processar e resolver conflitos

individuais e entre grupos; no planejamento de uma conversa de resolução de

problemas; bem como na análise de perspectivas e motivações de personagens em

atividades relacionadas à alfabetização e à interpretação de texto.


Dicas de leitura

A Associação Nova Escola produziu em 2018 um livro digital gratuito sobre as competências socioemocionais. O conteúdo aborda temas para a prevenção de problemas nos âmbitos social e emocional na comunidade escolar.



Há uma frase muito difundida nas redes sociais que se aplica bem a esta necessidade: cuidar de quem cuida.

BAIXE O GUIA PRÁTICO VOLTA ÀS AULAS


Acompanhe nossas redes, estamos no Instagram e no Linkedin. Faça parte desse movimento e use a hashtag #AmeSuaMente.

41 visualizações

Acompanhe nossas redes sociais

  • Instagram
  • YouTube
  • LinkedIn - Black Circle

Faça parte desse movimento e use a hashtag #AmeSuaMente

Instituto Ame Sua Mente

Rua Marselhesa, 642

Vila Mariana, São Paulo, SP

CEP 04020-060

amesuamente@amesuamente.org.br